O SIGNIFICADO DA PALAVRA ESCOTEIRO

O termo escoteiro de acordo com o dicionário é definido como: "- Escoteiro; adjetivo e substantivo masculino. Desimpedido, sem bagagem, sozinho; membro de associação de meninos (as) ou adolescentes organizada de acordo com o sistema de seu idealizador Baden Powell".

Também o mesmo termo é definido pelo próprio fundador como "scout", traduzido do inglês literal como explorador, mateiro; a respeito deste termo, vejamos o que Baden Powell define:

(...)"- Um explorador ou esclarecedor militar, como sabem; é em geral, no exercito, um soldado escolhido por sua inteligência e coragem para ir adiante das tropas, descobrir onde se acha o inimigo e, informar ao combatente tudo o que puder averiguar a seu respeito. Mas, além desses exploradores que prestam serviços na guerra, há também os exploradores que servem na paz - homens que em tempos de paz executam tarefas que requerem a mesma dose de coragem e de engenhosidade. São os homens que vivem nas fronteiras do mundo civilizado."(...)

Outra curiosidade também relatada por Baden Powell:

(...)"- O escotismo ou ciência do explorador difere da espionagem no que respeita somente a colher informações sobre o inimigo ou seu país no decurso normal da carreira militar."(...)

(...)"- Scout é uma palavra familiar para as crianças da Inglaterra. Em 1900, ainda antes da libertação de Mafeking, apareceu uma série de histórias intituladas" The Boy Scout Scarlett "e, a" New Buffalo Bill Library "editada pela The Boy Scout na mesma ocasião."(...)

Bem, retomando o significado do termo escoteiro cabe ressaltar como foi escolhido o termo para o Brasil.
A adoção no Brasil do termo "escoteiro" deve-se ao Dr. Mário Sergio Cardim, principal fundador da Associação Brasileira de Escotismo
(ABE), com sede em São Paulo e do Escotismo feminino no Brasil.

Sua utilização nesse sentido não é conhecida em nosso país, quando o Dr. Mário Sérgio Cardim descobriu que o substantivo "escoteiro" representava não apenas o "só", bem como "pioneiro" e "lépido", conforme lições de Herculano, Camilo, Gaspar Nicolau, Blutteau, citada pelo filólogo Candido Figueiredo. Depois de uma palestra na "Rotisserie Sportman", com Olavo Bilac, Amadeu Amaral e Coelho Neto, decidiu-se o Dr. Cardim pelo termo "escoteiro", mais parecido com "scout",e já empregado em Portugal (escutas), pelo Hermano Neves na tradução do livro de Baden Powell "Scouting for Boys". Submeteu a confronto os vocábulos "pioneiro", "adueiro", "vanguardeiro", "bandeirante" e "escuta" que eram então propostos.

Esse termo foi oficializado pela Associação Brasileira de Escoteiros, com sede em São Paulo, em seus estatutos impressos na casa Vaberden, em 1915, registrado na 1ª circunscrição de São Paulo, naquele ano, de acordo com a lei.
Conforme o Relatório de 1914/16 da A.B.E,, o Dr. Mário Sergio Cardim sustentou pelas colunas de "O Paiz" uma amistosa discussão com oDr. Olympio de Araujo, membro da Academia Mineira de Letras, que defendia o termo "bandeirante". Afirma o referido relatório, na página 4: "Provamos então que" escoteiro "significa também corajoso, esperto, destro, etc..., e que," bandeirante "tinha o inconveniente de poder denunciar uma preocupação regionalista.". As organizações escoteiras que funcionaram no Brasil, antes da A.B.E, segundo nos consta, usavam ainda denominações em idioma estrangeiro, como é, o caso do "Centro de Boys Scouts do Brazil" no R.J. e dos "pfadfinders" do Turnerbund de Porto Alegre (Atual G.E. George Black). Também foi o Dr. Bário Sergio Cardim que utilizou pela primeira vez o termo "Sempre Alerta" para tradução de "Be Prepared".

Sinônimos do termo "escoteiro" utilizados pelo mundo atualmente:

  • Scouts - Língua Inglesa
  • Pfadfinder - Língua Alemã
  • Pachorras - Guatemala
  • Hatsofim - Língua Hebraica

FLOR DE LIZ


A maioria dos escoteiros sabe que a flor-de-lis é o símbolo do Escotismo, mas poucos saberão responder porque esta flor foi escolhida. Se você é um desses, conheça agora a sua história dessa escolha.

Escolhida por Baden Powell, a flor-de-lis apareceu pela primeira vez como símbolo do Escotismo em 1907. Desenhada na cor amarelo-ouro, no centro de uma bandeira verde, foi hasteada ao lado da bandeira inglesa no primeiro acampamento escoteiro realizado em Brownsea, no Canal da Mancha, Inglaterra. Mas por que uma flor teria sido escolhida por Baden Powell como símbolo do Movimento por ele criado? Antigamente, a flor-de-lis era desenhada nas cartas náuticas para indicar o norte na rosa dos ventos. Ao observar essas cartas, Baden Powell chegou à conclusão de que a flor-de-lis representava o sentido de direção; e era exatamente esse sentido que ele idealizava para o Escotismo.

Hoje a flor-de-lis representa o Escotismo, identificando todos os países que pertencem à Fraternidade Mundial. A fim de distinguir uma nacionalidade da outra, muitas vezes o emblema nacional é colocado junto à flor-de-lis. No Brasil, o Selo da República, com círculo de estrelas e o Cruzeiro do Sul é usado para esse fim. Sob a flor-de-lis há uma faixa com o nosso lema: Sempre Alerta! Sob a faixa, há um nó, cujo objetivo é lembrar a boa ação diária que devemos fazer em benefício de alguém, sem outra recompensa que a de nos sentirmos úteis.

A simbologia da flor-de-lis é toda ela baseada em valores como fraternidade, dever para com o próximo e união. A propósito, as pétalas que a compõem representam os três dedos da saudação escoteira, que lembram os deveres do Escoteiro para com Deus, para com os outros e para consigo mesmo. Ilustrando o distintivo de maior graduação no escotismo – Escoteiro da Pátria, a flor-de-lis representa o ideal de vida de todo Escoteiro e resume, em sua imagem, os valores de excelência na vida profissional, no relacionamento com as pessoas, enfim, em todas as atitudes que refletem seu caráter íntegro e humanitário.

Mas a flor-de-lis representa também o esforço de FAZER O MELHOR POSSÍVEL, o compromisso de ESTAR SEMPRE ALERTA e a alegria de SERVIR; esses três lemas conjugam os ideais do escotismo mundial em suas diversas etapas. Nosso hino fala de um futuro de flores para a nova geração, jovial, confiante e forte. Sob a égide da flor-de-lis e com a nossa união, podemos ter a certeza que esse futuro vai chegar.

ESCOTEIROS ILUSTRES


Brasil
  brasil 
  • Affonso Penna Júnior – Ex-Ministro da Justiça.
  • Agnaldo Timoteo – Cantor.
  • Álvaro Dias – Ex-Governador do Paraná.
  • Benjamim Sodré (Velho Lobo, Mimi Sodré) – Ex-jogador do Botafogo e da Seleção brasileira.
  • Bel – Vocalista do chiclete com Banana.
  • Ciro Gomes - Ex-governador.
  • Caio Viana Martins - O Escoteiro símbolo do Brasil.
  • Dalton Trevisan – Escritor.
  • Fernando Sabino – Escritor.
  • Frei Betto - Escritor
  • Getúlio Hanashiro - Deputado e Secretario Municipal de São Paulo.
  • Geraldo Alkmin - Governador do Estado de São Paulo (2001).
  • Gilberto Dimenstein – Jornalista.
  • Gilson Cantarino – Secretario da Saúde do Rio de Janeiro (Lobinho - Cruzeiro do Sul).
  • Godofredo Vidal - Major Aviador fundador e primeiro Chefe Escoteiro da Modalidade do Ar.
  • Guido Mondin – Ex- ministro e Senador.
  • Heiji Denda - Presidente da SEASUL.
  • Itamar Franco – Ex-presidente e governador de Minas Gerais.
  • Jacques Marcovitch – Reitor da USP.
  • Jayme Janeiro Rodrigues - Um dos fundadores da Modalidade do ar, idealizador do CATAR.
  • João Batista de Oliveira Figueiredo – Ex-presidente.
  • Juca Chaves – Humorista.
  • Juscelino Kubitchek – Presidente.
  • Kleiton e Kledir – Cantores Gaúchos.
  • Leda Nagle – comentarisa de TV (guia).
  • Luciane Dambacher – Medalista em Panamericano em salto em altura.
  • Luis Antonio Fleury Filho – Ex-Governador de São Paulo
  • Maria Bethania – Cantora.
  • Maria Clara Machado – Escritora (guia).
  • Marieta Severo – Atriz.
  • Mário Covas – Ex-Governador de São Paulo.
  • Newton Bonumá dos Santos - Um dos fundadores do primeiro Grupo de Escoteiros do Ar.
  • Paulo Renato Dantas Gaudenzi - Secretário de Cultura e Turismo do Estado da Bahia.
  • Peninha – Cantor e Compositor.
  • Rafael Greca de Macedo – Ministro dos Esportes.
  • Roberto Requião – Senador, Ex-Governador do Paraná.
  • Roberto Marinho – Empresário e Dono da TV Globo.
  • Rogério Rubini - Presidente da "Contém 1 g".
  • Valter Alves Secco - Tte Coronel, um dos fundadores da Modalidade do Ar.
  • Waldenir Bragançaa – Ex-prefeito de Niterói.
  • Washington Luiz Pereira de Souza – Ex-presidente e ex-governador de São Paulo.
  • Zacarias – Humorista de "Os Trapalhões".
  • Daniel Dias – Nadador, medalhista da Paraolimpíadas.

E.U.A Bandeira dos Estados Unidos 2000px   

  • Alberto Salazar - Tri campeão da maratona de Nova Iorque.
  • Bill Alexander - Deputado Americano.
  • Bill Bradley - Senador e ex-astro da NBA.
  • Bill Clinton - Presidente dos Estados Unidos.
  • Bill Gates - Fundador da Microsoft.
  • Branford Marsalis - Músico de Jazz.
  • Bruce Jenner – Medalha de ouro em Decatlom.
  • Charles Bennett – Deputado.
  • Daniel J. Evans - Senador e governador de Washington.
  • David Hartman – Ator.
  • Eddie Rabbitt – Cantor Country.
  • Ellison Onizuka – Astronauta.
  • Gary Anderson - Deputado.
  • George Strait – Cantor Country.
  • Gerald Ford - Presidente Americano.
  • H. Ross Perot - Bilionário e ex-candidato a presidência.
  • Harrison Ford – Ator.
  • Harrison Salisbury – Escritor.
  • Henry "Hank" Aaron - Astro da NBA.
  • Howard K. Smith - Comentarista da ABC TV.
  • J. Willard Marriott, Jr. - Presidente da Marriott Corporation.
  • J.J. Pickle – Deputado.
  • James Brady -Secretário de Imprensa do Presidente Ronald Reagan.
  • James Lovell – Astronauta.
  • James Stewart – Ator.
  • Jim Morrison – Lenda do Rock (THE DOORS).
  • Joe Theisman - Comentarista, ex-jogador da NFL.
  • John F. Kennedy - Presidente Americano.
  • John Ritter – Ator.
  • John Schneider - Ator/Cantor.
  • John Tesh - Celebridade da TV.
  • Mark Spitz – Nadador medalha de ouro.
  • Merlin Olsen - Ator, ex-jogador de futebol americano e comentarista.
  • Milton Caniff - Desenhista de Quadrinhos.
  • Murphy J. "Mike" Foster - Governador da Louisiana.
  • Neil Armstrong - Astronauta e primeiro homem na lua.
  • Nolan Ryan - Jogador de beisebol.
  • Paul Winfield – Ator.
  • Percy Sutton - Dono da CBS.
  • Peter Ueberroth - Jogador de Beisebol.
  • Richard Gere – Ator.
  • Richard Lugar – Senador.
  • Richard Roundtree – Ator.
  • Sam Nunn - Senador.
  • Samuel Pierce - Ministro Americano.
  • Steven Spielberg - Diretor e Produtor de filmes.
  • Wallace Stegner - Pulitzer Prize winning Author
  • Walter Cronkite - Jornalista, T.V. comentarista.
  • Willaim Dannemeyer – Deputado.
  • Willaim Sessions - Diretor do FBI.
  • William Bennett - Secretario da educação.
  • William C. DeVries, Doutor - Primeiro transplante de coração.

Canadá  bandeira canada

  • Rich Little – Ator e impressionista.
  • Escoteiro da Rainha (grau máximo).

França bandeira Franca

  • Jacques Chirac – Primeiro Ministro Fracês.
  • Valery Giscard d'Estang – Político.

Grécia bandeira grega   

  • Constantino – Rei.


Itáliabandeira italia   

  • Alberto Cova – Recordista Olímpico.
  • Carlo Verdone – Ator e Diretor de Filmes.
  • Giancarlo Lombardi – Ministro da Educação.
  • Piero Badaloni – Governador de Roma.

Paraguai bandeira paraguai
    

  • Alfredo Stroessner – Ex-presidente.


Polônia bandeira polonia
    

  • Carol Wojtila - John Paul II - Papa


Singapura bandeira cingapura
    

  • Dr Tay Eng Soon – Ministro.
  • Goh Chok Tong - Primeiro Ministro.
  • Moses Lim - Celebridade da TV.
  • Peter Chen – Ministro.


SuéciaBandeira suecia
    

  • Carl XVI Gustav - Rei da Suécia.
  • Ingvar Carlsson - Primeiro Ministro.


Reino Unido bandeira inglaterra
  

  • George Michael – Cantor e Compositor.
  • John Major – Primeiro Ministro.
  • Lord Robert Baden-Powell – Fundador do Escotismo.
  • Paul McCartney - Beatle, Compositor e Cantor.
  • Sir David Attenborough – Naturalista e Celebridade da TV.
  • Sterling Moss - Campeão de Formula-1


El_Salvador bandeira el salvador
    

  • Jose Napoleon Duarte – Presidente de El Salvador.

OS ESCOTEIROS NA A REVOLUÇÃO DE 1932        


Explode em São Paulo uma revolta contra o presidente Getúlio Vargas. Tropas federais são enviadas para conter a rebelião. As forças paulistas lutam contra o exército durante três meses. O episódio fica conhecido como a Revolução Constitucionalista de 1932. Médicos, engenheiros, químicos, estudantes, operários, padres, freiras, colégios, comerciantes, empresas, associações, indústrias, donas-de-casa e os escoteiros formaram a solidariedade pública. Todos acorreram em massa ao chamado da Revolução. Era a mobilização de todos os recursos humanos e materiais.

Quando se inicia o levante, uma multidão sai às ruas em seu apoio. Tropas paulistas são enviadas para os fronts em todo o Estado. Foram realizados verdadeiros prodígios de técnica, produzindo munição de infantaria, morteiros pesados e leves, granadas de mão e de fuzil, máscaras anti-gases, lança-chamas, etc. Foram blindados trens, automóveis, e montados canhões pesados sobre vias férreas. Mas as tropas federais são mais numerosas e bem equipadas. Aviões são usados para bombardear cidades do interior paulista. 35 mil homens de São Paulo enfrentam um contingente de 100 mil soldados.

Os Escoteiros na Revolução Paulista A participação dos Escoteiros na revolução constitucionalista foi a mais ampla possível. Servindo a Cruz Vermelha Brasileira nos hospitais, entregando mensagens, atuando nas atividades de logística e inclusive, apoiando os homens na frente de batalha. A luta em favor da democracia orgulhou o próprio fundador do movimento escoteiro que elogiou os esforços e o espírito escoteiro de nossos jovens e adultos.


ALDO CHIORATTO

Nasceu em Campinas, no dia 05 de outubro de 1922 e foi registrado como Quioratto, nome de seus pais. Pertencia ao Grupo Escoteiro Ubirajara, da Associação dos Escoteiros de Campinas; era aluno do Grupo Escolar Orozimbo Maia. Durante o conflito havia duas entidades que atuavam na gestão do escotismo a Cruzada Escoteira e a Boy Scout Paulista é muito provável que ele tenha pertencido a Cruzada, uma vez que ele estava vinculado a um grupo escoteiro de um Grupo Escolar, o que foi muito comum no período. Quanto a segunda entidade não há possibilidade pois ela atuou apenas na Capital com Escoteiros e no Vale do Paraíba com os Pioneiros que por sinal fizeram um maravilhoso trabalho relatado em um folheto escrito na época por João Mós um dos grandes escotistas que este país teve.

Como escoteiro da Comissão Regional de Campinas e agregado à Cruzada Escoteira Pró-Constituição, foi incorporado nas tropas paulistas, como mensageiro requisitado pelo Coronel Mário Rangel. Gozava de grande estima dos Oficiais do Quartel General pela sua vivacidade e simpatia. Seu trabalho era transporte e correspondência da estação ferroviária até o Quartel, em Campinas. A revolução estava no seu auge; centenas de vidas já se haviam perdido e São Paulo resistia graças aos seus valorosos soldados e voluntários. Campinas, por ser entroncamento ferroviário, era muito assediada pela aviação "Legalista" que, com seus "Vermelhinhos" castigava constantemente a cidade e seus postos de resistência.

Em um desses ataques, logo pela manhã do dia 18 de setembro de 1932, uma série de estilhaços - 13 ao todo - atinge o bravo escoteiro que, ferido mortalmente, não abandona seu bornal de mensageiro. Ele estava entregando correspondência e o local, segundo levantamento feito por Chico Marcondes, foi o corredor de uma residência no centro próximo à estação da estrada de ferro Cia Mogiana e Paulista. Aldo Chioratto não resiste a tão forte agressão ao seu frágil, mas valente corpo e vem a falecer em virtude dos ferimentos. Foram 13 estilhaços... 13 são as listas da bandeira de São Paulo.

Aquela criança morria, sacrificada no altar medonho da guerra; aquela criança que, acima de tudo fora leal à sua terra, não respirava mais, mas começava a viver para a eternidade na lembrança dos seus companheiros, do seu chefe, de seus pais, na lembrança do escotismo de São Paulo. Aldo Chioratto era escoteiro na cidade de Campinas durante o período da revolução constitucionalista de 32.
Últimas palavras da revolução

Quem assistiu a Revolução de 32, até hoje não consegue entender aquele entusiasmo de crianças e mulheres fazendo roupas e capacetes para os soldados. Os escoteiros entregavam telegramas. Aqueles que tiveram a oportunidade de viver seu ideal escoteiro naquela ocasião se orgulham, até hoje, de usar seu lenço escoteiro e dizer-se: Eu estive lá e cumpri meu dever de ajudar o próximo em toda e qualquer ocasião! Aldo Chioratto é para o escotismo paulista, o protótipo do escoteiro. É, na realidade, a personificação do segundo mandamento da lei escoteira - "o Escoteiro é leal"; foi leal no cumprimento os seus deveres, foi leal aos princípios e à necessidade de ser responsável, mesmo que isso lhe custasse a própria vida.

Os restos mortais de Aldo repousam hoje no Mausoléu Constitucionalista, ao lado de outros tantos heróis dessa epopéia. Única criança a transpor o altar e as portas da glória. Sua memória permanece indelével em nossos corações e, como um símbolo iluminado em nosso caminho, brilha para Sempre... Alerta até a Eternidade.


A AVENTURA DA ILHA DE BROWSEA

          
Fonte: Por William Hillcourt, autor da biografia de Baden-Powell, "As duas vidas de um herói"

2big

Esta é uma breve história do que ocorreu em Brownsea. O que aconteceu desde então, é uma história que, todavia, está em desenvolvimento. Depois de Brownsea um dia, na metade de junho de 1907, aquele que seria o primeiro Chefe de Tropa do mundo, se pôs a escrever uma carta a alguns de seus antigos companheiros de armas e suas esposas, pais de meninos entre 11 e 12 anos, alunos de Harrow, Eton, Charterhouse na Inglaterra e algumas outras escolas oficiais. Escreveu: "Me proponho realizar um Acampamento com 18 meninos selecionados, para que aprendam Escotismo durante uma semana, nas próximas férias de agosto. O acampamento, graças à autorização de C. Van Raalte, será realizado na Ilha de Brownsea..."

brownseaComo todo bom Chefe de Tropa, continuou sua carta especificando as instruções para os meninos, e assegurando aos pais que: "A alimentação, a preparação dos alimentos, os aspectos sanitários, etc., serão cuidadosamente supervisionados". Incluiu uma lista do equipamento e especificou o tipo de roupa necessária. Pediu que cada menino participasse do acampamento com um conhecimento prévio e prático, do uso de três nós simples – amarra quadrada, nó de escota e o volta do fiel - enviou desenhos dos nós para conhecimento daqueles que não os conheciam.

Em conclusão escreveu: "Se vocês autorizarem seu filho a participar deste Acampamento, sob estas condições, lhes pediria a gentileza de avisarem-me e eu enviarei detalhes sobre os trens a tomar, etc..." Robert Stephenson Smyth Baden-Powell Alguns dias mais tarde – em 17 de junho de 1907 – enviou convites similares à Companhia Bournemouth da Boys Brigade solicitando que três de seus meninos o acompanhassem - meninos de escolas secundárias, granjeiros, filhos da classe trabalhadora.

Scout stone BrownseaOs convites para participar do Acampamento com o famoso Tenente General Robert Stephenson Smyth Baden-Powell foram aceitos com entusiasmo. Afinal, quem não desejaria acampar por uma semana com o "Herói de Mafeking", sobrenome que Baden-Powell havia obtido como defensor da cidade de Mafeking durante a guerra contra os Boers, ao final do século; o numero original de 18 foi ultrapassado em mais três participantes.

Como uma consideração posterior, B-P decidiu incluir seu sobrinho de 9 anos para que atuasse como seu "ajudante". Convidou a um de seus antigos companheiros de armas, o major Kenneth McLaren, para que o acompanhasse como seu ajudante.

Era o entardecer de 31 de julho de 1907, todos os participantes do que viria a ser o primeiro Acampamento de Escoteiros no mundo, haviam se reunido na Ilha de Brownsea. O dia seguinte, 1° de agosto chegaram os seguintes jovens:

  1. Albert "Bert" Blandford,
  2. Arthur Primmer,
  3. Charles Christian Simon Rodney,
  4. Cedric Isham Curteis,
  5. Ethelbert (Bert) James Tarrant,
  6. George Bridge Harley,
  7. Guest Rodney,
  8. Herbert Barnes Emley,
  9. Herbert (Bert) "Nathan Collingbourne,
  10. Hebert (Bert) "Nippy" Watts,
  11. Humphrey Brunel Noble,
  12. J. Alan Vivian,
  13. James H. B. Rodney,
  14. John Michael Evans-Lombe,
  15. Marc Andrew Patrick Noble,
  16. Musgrave Casenove "Bob" Wroughton,
  17. Percy Arthur Medway,
  18. Reginald Walter Giles,
  19. Richard Grant,
  20. Terrence (Terry) Ewart Bonfiel,
  21. Thomas Brian Ashton Ervans-Lombe,
  22. William Francis Rodney.

Por 8 dias mais, B-P trabalhou com estes meninos experimentando o que chamava de seu "Projeto de Escotismo". Em 9 de agosto lhes enviou de regresso à suas casas, satisfeito de que seu projeto havia resultado em êxito. O fez - não unicamente para os 22 meninos de Brownsea - senão para os mais de 500 milhões de outros meninos e jovens que já participaram do Escotismo desde 1907. O acampamento deu confiança a B-P de que estava seguindo o caminho correto. Durante o outono rascunhou a maior parte do livro "Escotismo Para Rapazes" e participou de reuniões para dar palestras sobre o assunto.

Scouts bp 1907 tentEm 26 de dezembro foi viver em "Mill House" em "Wimbledon Common", perto de Londres, revisou o que havia escrito e terminou quase todo o livro. Deixou "Mill House" em 06 de janeiro de 1908 a partir de quando foram publicadas as seis primeiras partes quinzenais do livro. Foram pedidas quatro reimpressões durante aquele ano. A idéia dos Escoteiros cativou rapidamente a imaginação dos meninos da Grã Bretanha e logo se formaram Patrulhas e Tropas por todo o país. A Ilha de Brownsea se localiza no Porto de Poole, a aproximadamente 36 Km a oeste da Ilha de Wigth, na costa meridional da Inglaterra, tem 2,5 Km de comprimento aproximadamente e 1 Km de largura, conta com muitos bosques, com clareiras de arbustos ao centro. FOTOS DA ILHA

CAIO VIANNA MARTINS

CaioMartinsCaio Vianna Martins nasceu em Matosinho em 13 de julho de 1923, Minas Gerais, arraial que hoje virou cidade. Aos seis anos seus pais o matricularam no Grupo Escolar Visconde do Rio das Velhas. Mais tarde mudou-se com a família para Belo Horizonte. Matriculou-se aos oito anos no Grupo Escolar Barão do Rio Branco onde estudou até o quarto ano primário. Estudou também no colégio Arnaldo e Afonso Arinos, onde entrou para o Escotismo. O Grupo era patrocinado pelo educandário. Isso aconteceu em 10 de setembro de 1937. Mais tarde Caio se tornaria Monitor da Patrulha Lobo.

Na noite de 19 de dezembro de 1938 o escoteiro Caio Vianna Martins, aos 15 anos de idade, estava com seu destino traçado, semelhante aos grandes heróis da história.

A Comissão Executiva do Grupo Escoteiro Afonso Arinos, do ginásio do mesmo nome, de Belo Horizonte, ambos hoje inexistentes, organizou uma excursão técnica-cultural a São Paulo. A delegação era formada por 25 membros.

A composição do trem noturno estava formada com 11 vagões, sendo o do meio, 1ª Classe, ocupado pelos escoteiros. A viagem se desenrolava normalmente até que às 2:05 da madrugada do dia 19 de dezembro entre as pequenas estações de Sítio e João Aires, aconteceu o terrível desastre, quando se chocaram o trem noturno que descia, com o trem cargueiro que subia. Muitos vagões descarrilharam, outros engavetaram e alguns se levantaram.

O vagão da frente ao ocupado pelos escoteiros saltou dos trilhos, atravessando para a direita, engavetando-se, partindo-se e tombando sobre o barranco, comprimido para a frente pela pressão dos carro restaurante e leito.

Os escoteiros que resistiram ao impacto das composições reuniram-se em um ponto à direita da estrada. Nesse momento o grupo sentiu falta do Escoteiro Gerson Issa Satuf e do Lobinho Hélio Marcos. Na procura ambos foram encontrados mortos.

Do vagão leito foram retirados colchões e cobertores, usados para abrigarem os sobreviventes. Para uma cabine foram levados os feridos com maior gravidade. Alguns escoteiros trabalharam na confecção de macas com lençóis e paus enquanto os demais, com as tábuas que foram retiradas dos vagões, fizeram uma fogueira para iluminar o local, facilitando o trabalho de salvamento.

Os primeiros socorros chegaram somente às sete horas da manhã (cinco horas após o acidente). Os passageiros feridos, inclusive alguns escoteiros, foram transportados para Barbacena. No desastre morreram 40 pessoas.

urlO monitor Caio recebeu forte pancada na região lombar, sofrendo esmagamento das víceras e hemorragia interna. Retirado do vagão pelos companheiros e recolhido ao vagão leito, Caio Martins parecia dar sinais de estar melhor. Pouco depois quando seria levado para Barbacena e notando que um enfermeiro se aproximava com a maca, ele olhou ao redor e viu que havia outros feridos mais necessitados. Encarando o enfermeiro disse: "Não. Há muitos feridos aí. Deixe-me que irei só. Um Escoteiro caminha com as próprias pernas". Acompanhado dos amigos, seguiu andando, para a cidade. O esforço que fez, porém, foi muito grande. Ao chegar ao hotel deu alguns passos para depois saírem golfadas de sangue de sua boca, em conseqüência da hemorragia interna que sofreu. Levado para a Santa Casa veio a falecer às duas horas do dia 20 na presença de seus pais. Foi sepultado no cemitério de Bonfim, zona norte de Belo Horizonte, junto do Escoteiro Gerson e do Lobinho Hélio Marcos.
          

ESCOTISMO MUNDIAL PRESTA HOMENAGEM A NEIL ARMSTRONG, O 1º A PISAR NA LUA

Armstrong ScoutFoi com muita tristeza que Escotismo Mundial tomou conhecimento do falecimento de Neil Armstrong, considerado um mais célebres "Eagle Scouts" dos Estados Unidos. Neil Armstrong será sempre lembrado por seu papel como comandante da tripulação da bem sucedida missão Apollo XI, que pousou na lua em 1969, e o primeiro homem a pisar na sua superfície. Entre os itens preciosos que Neil Armstrong levou com ele para a lua estava um emblema da Organização Mundial do Movimento Escoteiro, sobre a qual uma citação em papel timbrado da NASA e pessoalmente assinada diz: "Certifico que este emblema do Escotismo Mundial foi usado na lua, quando o homem andou pela primeira vez, em 20 de julho de 1969, na missão Apolo XI."

Em homenagem a um de seus heróis, Luc Panissod, Secretário-Geral da Organização Mundial do Movimento Escoteiro, disse: "Eu passo diante da recordação desta missão singular em meu escritório todos os dias. Isso reforça minha convicção de que o verdadeira sucesso é resultado do esforço de equipe. Como se poderia esperar de um escoteiro, Neil Armstrong foi sempre modesto sobre seu papel de como comandante desta missão, reconhecendo as dezenas de pessoas que contribuíram de várias maneiras para fazer isso acontecer. Ele sempre será uma inspiração para nós mesmos e futuras gerações de escoteiros em todo o mundo."

neil cuadro omms

GRUPO ESCOTEIRO BRAGANÇA PAULISTA (GEBRAPA) - 305/SP
Praça Hafiz Abi Chedid s/n°. Atrás da Câmara Municipal.
Bragança Paulista/SP - Brasil
email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.